Morena

by matheuslopers

Morena
É algum feitiço no sabor de sua cor
Esse seu jeito de encenar o viver pleno
Que me faz não me importar com o ontem, às desavenças
Os pecados e crenças de perdão.
Morena
É uma graça esse seu tamanho pequeno
Acalenta meu desalento
E me dá esperanças de um dia transbordar e compartilhar meu liquido…
Você reacende a estigma animal da minha pele
E me faz doente em plena racionalidade te amar.
Morena
Deixa-me desbravar seus pelos negros
Desaguar todo liquido do teu ventre
E na mais pura morte do olhar
Saciar minha carne
Regozijar meu peito
E pela vida gemer teu nome
Morena!