Rafaela

by matheuslopers

Eu vou me afundar em você
E aprender com o amor a ser feliz só
Deixar sucumbir, cair, abrir ou lascar
Para aprender que o chão é estável
E a solidão é aproveitável com alguma reflexão,
Ou atitude sã de não pensar e Morfeu conduzir.
Mas vem cá, mergulha em mim
E esquece as mudanças de ontem
Deixa-me no teu peito, debaixo de tua saias
Logo vou esquecendo as mudanças do teu ser
Enquanto estou emergindo na solidão do ser só minha
Afogando-me em um lugar desconhecido
Pois, conheço o finito desapropriado do teu ser
Se é de amor, então deixa morrer.
Rafa(e)ela.