Primeiro encontro

by matheuslopers

Eu vou ser verdadeiro e dizer que sou um jovem infeliz
Digo um monte de asneiras sentimentais o tempo todo
Além de ter depressão em alguns momentos
Achar que o mundo não faz sentindo
E chorar deitado no chão de cimento enrolado por minha manta
Esse mundo é injustíssimo.

Eu vou ser ainda mais sincero e contar que não queria colocar essa calça jeans
Marcaria esse encontro na sua casa e poderíamos ficar de cueca falando de nossos sonhos
Comendo um monte de besteira e dissertar sobre livros esquecidos
Ou transar tão selvagem com se estivéssemos consumando um matrimonio
Tem umas fatura do cartão chegando e ainda tenho que dividir essa conta?
Estou sem vontade de fingir alegrias e entusiasmos
Fingir que minha vida é interessante e não poder usar o sacarmos.

Agora olhe para isso e veja todos esses defeitos
Olhe ao redor e veja como me sinto só
Choro por alguém que tá transando com outrem
Escrevo em um blog que só minha prima e tia leem
Vou para o trabalho para tentar tratar alguém com desdém e, por um momento, me sentir alguém
Me encho de chocolate para me sentir bem
Talvez seja esse lance de vazio existencial
Ou só a falta de alguém mamando o meu pau.

Às vezes só queria um namorado
Alguém para compartilhar o amor e ficar depressivo sobre a morte do Saramago
Alguém com quem eu posso foder sem medo da camisinha estourar e um HIV pegar
Eu sei que namoro é bem mais que isso
Mas nessa cidade só tem acéfalo que me desperta a vontade de pular do precipício

Eu sabia que não deveria ser sincero
Você quer fugir de mim de agora
Tá pedindo a conta pro garçom
Dando esse sorrisinho de canto
E planejando com me dar um fora
Quer falar algo que não me ofenda
Algo que não seja exagerado
Mas pense pelo lado positivo, meu caro
Pelo menos sou engraçado.
Ou nem isso!