Mudança de um sertanejo apaixonado

by matheuslopers

Tô de mudança
Cantando versos solit(d)ários aos seus carinhos
Eu tô é mudando
Saindo do seu caminho
Retirando minha máscara de dengo
E te sofrendo, pois ainda tô te querendo
Te desejando sentir por dentro
E beber você.

Até os céus passarão
Até a terra passará
Mas essa vontade de grudar no seu cangote
Essa vontade de mentir teu ventre
De meter o nariz no teu colo

(pausa)

Deixa para lá essa rima fútil e estridente
Num me leva a nada além de ranger de dentes
E derramar lágrimas numa careta demente.

Mas deixa para lá
Tô é fugindo de você
Afinal não tô acostumado a ser tão feliz
Desejar o roçar de seu nariz
A meia luz de sua cortina
O seu sorriso
Tudo isso ofusca minha neblina.
Afasta minha tempestade
E realçam as bodas de ouro de sua majestade
Oh sujeito, você pertence à realeza dos meus quereres.

Eu te querendo como o meu terminal
Você me desejando como mais um vagão do trem.
Deixa pra lá, eu vou de avião.