Holograma escuro

by matheuslopers

And nothings wrong but nothings true
I’ll live in a hologram with you

Ele, um canceriano com lua em gêmeos e ascendente em libra, vive em uma nuvem de algodão doce nomeada de Solidão. É exagerado em momentos públicos, parece um escárnio de felicidade, outrora é silencioso como o universo. Vive em mentiras de felicidades tão doce que se aproxima da realidade apreciada pela maioria. Seus olhos brilham de medo e o mundo enxerga como alegrias de uma espírito juvenil.
Ele é tão triste em seu âmago que o fim aparece todos os dias em seus sonhos, mas não concretiza por respeito as duas únicas mulheres que aprenderam a amo-lo em toda sua ebulição de sentimentos. O amor ainda lhe mantem vivo, contudo as dores são pesadas e barbante está rompendo.
Eu montei um mundo holográfico, no qual me encaixo, sou bem recebido e tenho amor desaguando por entre minhas coxas. Um mundo em que estou despido em alma, demonstrando o meu verdadeiro coração e dançando musicas aborígenes em comemoração da realidade. Por hora, os pixels dilatam minha pupila e dilaceram meu peito. Sou filho do byronismo, leitor.
Sem afobação, continue seguindo os tijolos amarelos e recolha as flores roxas pela a estrada, sua morte não será o final. Ligue o holograma e jogue novamente.

_____________________________________________________________
Inspirado na música da Lorde, “Buzzcut Season”.