Funeral

by matheuslopers

Caso um dia esqueça de sonhar,
lembra que em meus braços é seu ninho.

Caso um dia se sinta sozinho,
lembra que tem a mim para prosear.

Caso um dia sinta que não sou o derradeiro,
não me importo de ser teu amigo,
carinhoso, alegre
cantar verdades absolutas em teu ouvido,
enquanto deita em meu peito.

Agora só não me deixa aqui só,
sozinho
Não sei se aguento muito
solidão
penso em todas as pessoas do mundo
solitário
Tô pesando em morrer
sobrevivendo
Pensando em desistir
único
Solidão é ausência de carinhos,
e amor é o sol refletindo sua luz em seus cabelos escurinhos.

Entrega-me teus carinhos,
Não me deixa desistir.
Preciso de amor,
de calor,
e desse sexo ao entardecer.
Senta em meu colo,
deixa eu te enlouquecer,
provar do teu ventre
e admirar do esplendor de tua face.
Prova-me que não sou o último nauta romântico.

Eu tô me sentindo sozinho,
já provei do teu carinho,
agora deixa eu te amar,
e vem deleitar dos prazeres da
felicidade dos amantes.

Mas, se não vir.
Contudo, se não aparecer.
Pelo menos não se atrase,
o funeral vai ser as onze
com a orquestra tocando Alcione.