Sól

by matheuslopers

Eu vou comprar o sol. 
Talvez assim não me sinta tão sozinho.
Eu vou comprar o sol.
Talvez assim haverá luz em meu caminho.

É meu desejo capitalista de comprar tudo 
É meu desejo individualista de não sentir nada,
ao mesmo tempo que sinto tudo.
É triste passar pela vida solitário.
Admirando toda a paisagem,
procurando em vielas e
comprando luzes de neon
para preencher o que falta em mim.
Quem sabe, 
adstringir em outra alma.

Por onde anda a outra metade de minha alma, senhor?
Será que seu coração já machucaram?
E quando me encontrar? Saberá que sou o certo?
Ou achará que sou o errado? 
Devasso?
Em meio a escuridão, 
procurando a luz no teu umbigo.

Eu vou comprar o sol e guarda toda a luz para mim.
Vocês viveram na escuridão, para sentirem como é ruim 
Como é ruim passar a eternidade aqui
Assim
Sem se importar se a luz do sol,
dentro do recipiente,
viverá.

Não importa se vou morrer sozinho,
se minha alma gêmea é minha mãe
ou meu vizinho.
Quero deleitar do céus dos prazeres com você,
não importa se não é você o derradeiro.
Esta noite de céu prateado, vou afogar meu amar
em sua alma e aquietar minhas existência.

Esse é quem eu sou,
um peregrino solitário
em busca de um afago 
e doses diárias de amor.