Aurora

by matheuslopers

O quê será que lhe agrada em minha pequena alma?
Sou muito pequeno e vivo lhe causando problema
Mas, a luz do teu amor incendeia meu psique
Sou sentimental, solitário e mandão.
Vivo me perdendo entre a realidade e a ficção.
Sem traço, virgula ou pontuação.
Contudo, o cheiro de tua pele transborda por meus poros olor da paixão
Fazendo-me ansiar pela incerteza de seu âmago.

Eu sou forte,
um nauta solitário,
cansado de ser só,
e sádico,
achei em seu colo
a morada de minha existência.
Em sua ilharga,
o oceano de meus tesões.
Vi em seus olhos castanhos o que em mim faltava.

Você, Romeu
e Eu
somos os últimos românticos
velejando por esse mundo destruído
ou talvez, só corrompido.